• Apostolado FERR

Meditação sobre os testemunhos da Imaculada Conceição



IMACULADA CONCEIÇÃO DE MARIA

Os seus testemunhos

(Por Dom Ildefonso R. Villar)


Chegado o ditoso tempo fixado por Deus para a salvação do mundo, foi concebida a Santíssima Virgem, não como os demais homens, mas sim pura, sem mancha, sem contrair o pecado original. Meditemos os testemunhos que nos asseguram esta consoladora verdade.


1º - Deus: Lembra-te do pecado de Adão e Eva e do castigo do Senhor. Deus amaldiçoa a serpente com estas palavras: Porei inimizades entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a sua. Ela esmagará a tua cabeça para sempre. Nestas palavras considera três coisas:


Primeiro: que uma mulher prodigiosa e a sua descendência se vingariam da serpente;

Segundo: que entre a mulher e a serpente haveria inimizade perpétua;

Terceiro: que o Demônio ficaria vencido pelo triunfo dessa mulher.


Pois bem, se Maria não fosse imaculada e tivesse sido atingida pelo pecado, não teria sido perpétua essa inimizade, visto que o pecado é um ato de amizade com o Demônio...; e além disso, não seria ela a vencedora, mas a vencida, pois no pecado, quem triunfa é o Demônio e quem fica derrotado é o homem.


Nota bem que essa vitória pertence à Mulher e à sua descendência, isto é, a Jesus Cristo, seu Filho, e a nós, que somos seus irmãos... e descendência de Maria, pois, Ela é a nossa Mãe. Logo, com Ela e por Ela, devemos lutar contra o Demônio e assim imitaremos melhor a sua pureza imaculada.


2º - O Anjo: Naquelas palavras «Ave-Maria, cheia de graça», o anjo chama claramente à Virgem Santíssima, Imaculada, porque... quando e como foi Maria cheia de graça?... Precisamente na sua Imaculada Conceição. Esta plenitude é prodigiosa, é única, é de sempre. Se assim não fosse o anjo não teria pronunciado aquelas palavras, pois houve santos muito santos e com muita graça de Deus, mas nenhum com essa plenitude, pelo menos no momento de nascer, por causa do pecado original, não possuíam graça nenhuma. O mesmo não se dá com Maria, que desde o momento da sua Conceição foi sempre cheia de graça; portanto, nunca foi manchada pelo pecado, nem sequer pelo pecado original. Logo, o anjo ao chamá-la cheia de graça chama-a Imaculada.


Saboreia estas dulcíssimas palavras e agradece ao anjo por ter feito este panegírico tão belo da tua Imaculada Mãe.


3º - A Igreja: Dezenove séculos suspirou a Igreja por este dogma. Contempla o magnífico desfile dos Santos Padres, dos Doutores, dos escritores eclesiásticos, dos místicos e dos ascetas, dos Santos todos e em especial dos mais devotos de Maria os quais teceram todos uma coroa de louvores à Imaculada Conceição. Desfile das Virgens da Santa Igreja, que, para imitar a sua pureza imaculada, se consagraram a Ela, e à sua imitação fizeram voto de virgindade. Vê quantas são e que formosas... que escol de almas puras não é o exército branco de Maria Imaculada!


O povo cristão aclamou-a nos seus cantares pura e sem mancha na sua Conceição. Nunca houve dogma mais profundamente sentido nem mais universalmente compreendido do que este. E foi então que o Papa Pio IX, recolhendo todos esses desejos e louvores de dezanove séculos sucessivos teceu com eles a coroa imortal da definição dogmática da Imaculada Conceição.


Detém-te a contemplar Maria como objeto dos louvores de toda a Igreja neste mistério e vê como se cumprem as suas palavras: «todas as gerações me chamarão bem-aventurada».


4º - Maria: Ela própria confirma as palavras infalíveis do Papa. Nossa Senhora de Lourdes aparece a Bernadete e depois de várias aparições declara-lhe: Eu sou a Imaculada Conceição. As fontes milagrosas, os milhares de peregrinos, os doentes inumeráveis, as orações incessantes e os cânticos perenes de Lourdes, são os ecos destas palavras e uma confirmação da definição pontifical! Recorda a história de Lourdes e em espírito une-te a esse coro, de louvores que ali sem cessar se entoam a Maria Imaculada.


5. – Nós: Deus, o Anjo, o Papa, a própria Virgem Maria, são os testemunhos, que proclamam este dogma. E nós, que faremos? Alegrarmo-nos, regozijarmo-nos com ele, não basta... Podemos e devemos tomar parte nele... Maria dirige um exército que deve lutar contra a serpente infernal. Temos que nos alistar sob a bandeira de Maria e lutar contra o pecado em todas as suas manifestações: tibieza, ingratidão, amor próprio...; só assim seremos imitadores de Maria Imaculada.


Guerra, pois, ao pecado, por Maria Imaculada!


#imaculadaconceiçao #meditação #oração #dogma #pregaçao #mariaimaculada #domildefonsovillar

SIGA-NOS:

  • YouTube
  • Twitter ícone social
  • Pinterest
  • Facebook ícone social

© 2019 Apostolado FERR - Forma Extraordinária do Rito Romano