• Apostolado FERR

Missa da Quarta-feira da II semana da Quaresma



QUARTA-FEIRA DA II SEMANA DA QUARESMA

III classe, paramentos roxos

Estação em Santa Cecília


A estação está na Basílica de Santa Cecília. Esta igreja, uma das mais veneráveis ​​de Roma, era a casa da ilustre Virgem e Mártir de quem recebeu o nome. O corpo de Santa Cecília está sob o altar-mor, juntamente com os dos Santos Valeriano, Tibúrcio, Maximus e dos Santos Papas Urbano e Lúcio, todos mártires. Santa Cecília converteu os dois irmãos Tibúrcio e Valeriano, e os conduziu a Cristo como o fizera Salomé, a mãe dos dois Apóstolos, São Tiago e São João (Evangelho). Salomé e Santa Cecília são figuras da Igreja que neste tempo quaresmal conduz os seus neófitos à participação da Paixão e Ressurreição de Cristo. Com os penitentes imploramos a misericórdia do Senhor (Intróito).


INTRÓITO

(Sl 37,22-23,2)

NE derelínquas me, Dómine, Deus meus, ne discédas a me: inténde in adjutórium meum, Dómine, virtus salútis meæ. PS. Dómine, ne in furóre tuo árguas me: neque in ira tua corrípias me. Glória Patri. Ne derelínquas me.


NÃO me abandoneis, Senhor, Deus meu, não Vos aparteis de mim; vinde em meu auxílio, Senhor, que sois a fôrça de minha salvação. SL. Senhor, não me acuseis em vossa indignação, nem me castigueis em vossa ira. Glória ao Pai. Não me abandoneis.


COLETA

PÓPULUM tuum, quǽsumus, Dómine, propítius réspice: et, quos ab escis carnálibus prǽcipis abstinére, a noxiis quoque vítiis cessáre concéde. Per Dóminum.


NÓS Vos rogamos, Senhor, olhai propício para o vosso povo, e ordenando abster-nos do alimento carnal, concedei-nos a graça de evitarmos os vícios que nos prejudicam. Por Nosso Senhor.


EPÍSTOLA

(Est 13,8-11.15-17)

Léctio libri Esther.

IN diébus illis: orávit Mardochǽus ad Dóminum, dicens: «Dómine, Dómine, Rex omnípotens, in dicióne enim tua cuncta sunt pósita, et non est, qui possit tuæ resístere voluntáti, si decréveris salváre Israël. Tu fecísti cœlum et terram, et quidquid cœli ámbitu continétur. Dóminus ómnium es, nec est, qui resístat majestáti tuæ. Et nunc, Dómine Rex, Deus Abraham, miserére pópuli tui, quia volunt nos inimíci nostri pérdere, et hereditátem tuam delére. Ne despícias partem tuam, quam redemísti tibi de Ægýpto. Exáudi deprecatiónem meam, et propítius esto sorti et funículo tuo, et convérte luctum nostrum in gáudium, ut vivéntes laudémus nomen tuum, Dómine, et ne claudas ora te canéntium, Dómine, Deus noster.»


Leitura do livro de Ester.

NAQUELES dias, Mardoqueu rezou ao Senhor nestes termos: “Senhor, Senhor Rei todo-poderoso, tudo está submetido ao teu poder. Ninguém pode se opor à tua vontade quando queres salvar Israel. Tu fizeste o céu e a terra, e todas as maravilhas que estão debaixo do céu. Tu és o Senhor de todas as coisas, e nada te pode resistir, Senhor. E agora, Senhor, Rei, Deus de Abraão, poupa o teu povo, pois os nossos inimigos querem perder-nos e destruir tua herança. Não desprezes os teus, aqueles que remiste do país do Egito. Escuta a minha súplica, seja favorável àqueles que te pertencem, transforma o nosso luto em festa; então nós viveremos, e poderemos, Senhor, celebrar o teu nome! Mas não feches a boca daqueles que te aclamam, ó Senhor, nosso Deus!”


GRADUAL

(Sl 27,9.1)

SALVUM fac pópulum tuum, Dómine, et bénedic hereditáti tuæ. V. Ad te, Dómine, clamávi: Deus meus, ne síleas a me, et ero símilis descendéntibus in lacum.


SALVAI o vosso povo, abençoai vossa herança. V. Por vós, Senhor, eu clama; ó Deus não vos caleis, pois serei semelhante aos que descem ao túmulo.


TRACTO

(Sl 102,10; 70,8-9)

DÓMINE, non secúndum peccáta nostra, quæ fécimus nos: neque secúndum iniquitátes nostras retribuas nobis. V. Dómine, ne memíneris iniquitátum nostrárum antiquárum: cito antícipent nos misericórdiæ tuæ, quia páuperes facti sumus nimis.

(Hic genuflectitur)

V. Adjuva nos, Deus salutáris noster: et propter glóriam nóminis tui, Dómine, líbera nos: et propítius esto peccátis nostris, propter nomen tuum.


SENHOR, não nos trateis segundo os pecados que cometemos, nem nos castigueis como merecem as nossas iniquidades. V. Senhor, não Vos recordeis de nossos antigos delitos. Venham depressa ao nosso encontro vossas misericórdias, porque fomos reduzidos à extrema miséria.

(Aqui todos se ajoelham)

V. Ajudai-nos, ó Deus, salvação nossa, e para glória de vosso Nome, livrai-me, Senhor; e perdoai-nos os nossos pecados, para honra de vosso Nome.


EVANGELHO

(Mt 20,17-28)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Matthǽum.

IN illo témpore: Ascéndens Jesus Jerosólymam, assúmpsit duódecim discípulos secréto, et ait illis: «Ecce, ascéndimus Jerosólymam, et Fílius hóminis tradétur princípibus sacerdótum, et scribis, et condemnábunt eum morte, et tradent eum Géntibus ad illudéndum, et flagellándum, et crucifigéndum, et tértia die resúrget.» Tunc accéssit ad eum mater filiórum Zebedǽi cum fíliis suis, adórans et petens áliquid ab eo. Qui dixit ei: «Quid vis?» Ait illi: «Dic, ut sédeant hi duo fílii mei, unus ad déxteram tuam et unus ad sinístram in regno tuo.» Respóndens autem Jesus, dixit: «Nescítis, quid petátis. Potéstis bíbere cálicem, quem ego bibitúrus sum?» Dicunt ei: «Póssumus.» Ait illis: «Cálicem quidem meum bibétis: sedére autem ad déxteram meam vel sinístram, non est meum dare vobis, sed quibus parátum est a Patre meo.» Et audiéntes decem, indignáti sunt de duóbus frátribus. Jesus autem vocávit eos ad se, et ait: «Scitis, quia príncipes géntium dominántur eórum: et qui majóres sunt, potestátem exércent in eos. Non ita erit inter vos: sed quicúmque volúerit inter vos major fíeri, sit vester miníster: et qui volúerit inter vos primus esse, erit vester servus. Sicut Fílius hóminis non venit ministrári, sed ministráre, et dare ánimam suam, redemptiónem pro multis.»


Continuação do santo Evangelho segundo São Mateus.

NAQUELE tempo, como Jesus subisse a Jerusalém, tomou os Doze à parte e, em caminho, lhes disse: “Eis que subimos a Jerusalém, e o Filho do homem será entregue aos chefes dos sacerdotes e aos escribas: eles o condenarão à morte, e o entregarão aos pagãos, para ser escarnecido, flagelado e crucificado; mas ele ressuscitará no terceiro dia.” Então a mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com seus filhos, e prostrou-se para fazer-lhe um pedido. Ele lhe disse: “Que desejas?” Ela respondeu-lhe: “Ordena que estes meus dois filhos assentem-se um à tua direita e outro à tua esquerda, no teu Reino.” Jesus lhe respondeu: “Não sabeis o que pedis! Podeis acaso beber o cálice que eu vou beber?” Eles disseram: “Podemos.” Ele disse: “Meu cálice, vós o bebereis. Mas sentar-vos à minha direita e à minha esquerda, não cabe a mim concedê-lo: será para aqueles a quem meu Pai o preparou.” Ouvindo isto, os outros dez se indignaram contra os dois irmãos. Jesus chamou-os e lhes disse: “Sabeis que os chefes das nações as tiranizam e os grandes as oprimem com sua autoridade. Não será assim entre vós; ao contrário: aquele que quiser tornar-se grande entre vós, seja o vosso servo; e aquele que quiser ser o primeiro entre vós, seja o vosso escravo, a exemplo do Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir, e dar a sua vida em resgate por muitos.”


OFERTÓRIO

(Sl 24,1-3)

AD te, Dómine, levávi ánimam meam: Deus meus, in te confído, non erubéscam: neque irrídeant me inimíci mei: étenim univérsi, qui te exspéctant, non confundéntur.


A VÓS, Senhor, elevo a minha alma. Ó meu Deus, em Vós confio; não serei envergonhado. Não se riam de mim os meus inimigos, porque todos os que em Vós esperam, não serão confundidos.


SECRETA

HÓSTIAS, Dómine, quas tibi offérimus, propítius réspice: et, per hæc sancta commércia, víncula peccatórum nostrórum absólve. Per Dóminum.


OLHAI propício, Senhor, para estas hóstias que Vos oferecemos e, por este sagrado Mistério, desligai-nos das cadeias de nossos pecados. Por Nosso Senhor.


Prefácio da Quaresma.


COMUNHÃO

(Sl 10,8)

JUSTUS Dóminus, et justítiam diléxit: æquitátem vidit vultus ejus.


O SENHOR é justo e ama a justiça; sua face se volta para a equidade.


PÓSCOMUNHÃO

SUMPTIS, Dómine, sacraméntis: ad redemptiónis ætérnæ, quǽsumus, proficiámus augméntum. Per Dóminum.


HAVENDO nós recebido estes Sacramentos, Senhor, Vos pedimos que nos aproveitem para aumento da salvação eterna. Por Nosso Senhor.


ORAÇÃO SOBRE O POVO

Oremus.

Humiliáte cápita vestra Deo.

DEUS, innocéntiæ restitútor et amátor, dírige ad te tuórum corda servórum: ut, spíritus tui fervóre concépto, et in fide inveniántur stábiles, et in ópere efficáces. Per Dóminum.


Oremos.

Humilhai as vossas cabeças diante de Deus.

Ó DEUS, que amais e restituís a inocência, dirigi para Vós os corações de vossos servos, a fim de que no fervor do vosso Espírito, sejam firmes na fé e férteis em boas obras. Por Nosso Senhor.


Pode-se dizer:

V. Benedicámus Dómino.

R. Deo Grátias.



RECURSOS:

COMENTÁRIOS LITÚRGICOS: Dom Gueranger

Partes próprias da Missa: partituras

Sermão:

Meditação: Da dignidade de São José, Esposo da Virgem Maria


#quaresma #propriodamissa #missatridentina #anoliturgico

SIGA-NOS:

  • YouTube
  • Twitter ícone social
  • Pinterest
  • Facebook ícone social

© 2019 Apostolado FERR - Forma Extraordinária do Rito Romano