• Apostolado FERR

Missa da Segunda-feira da Paixão




SEGUNDA-FEIRA DA I SEMANA DA PAIXÃO

III classe, paramentos roxos

Estação em São Crisógono

Somente os que se convertem aproveitarão da Paixão de Nosso Senhor (Leitura), e não aqueles que se obstinam como os judeus (Evangelho). O Salvador convida a todos os que tem sede, isto é, vontade de se salvar.

INTRÓITO

(Sl 55,2-3)

MISERÉRE mihi, Domine, quoniam conculcavit me homo; tota die impugnans, tribulavit me. V. Conculcaverunt me inimici mei tota die; quoniam multi bellantes adverum me. – Miserere.


TEM de piedade de mim, ó Deus, porque o meu inimigo me calca aos pés. E procura oprimir-me o dia inteiro. V. Meus inimigos me calcaram aos pés, o dia todo, porque são muitos os que combatem contra mim. – Tende piedade.

COLETA

SANCTIFICA, quaesumus, Domine, nostra jejunia: et cunctarum nobis indulgentiam propitius largire culparum. Per Dominum nostrum.


NÓS Vos rogamos, Senhor, santificai os nossos jejuns, e, benigno, concedei-nos o perdão de todos os nossos pecados. Por Nosso Senhor.

EPÍSTOLA

(Jn 3,1-10)

Léctio Jonae Prophétae.

IN diebus illis: Factum est verbum Domini ad Jonam prophetam secundo, dicens: Surge, et vade in Niniven, civitatem magnam, et prædica in ea prædicationem quam ego loquor ad te. Et surrexit Jonas, et abiit in Niniven juxta verbum Domini; et Ninive erat civitas magna itinere trium dierum. Et cœpit Jonas introire in civitatem itinere diei unius; et clamavit, et dixit: Adhuc quadraginta dies, et Ninive subvertetur. Et crediderunt viri Ninivitæ in Deum, et prædicaverunt jejunium, et vestiti sunt saccis, a majore usque ad minorem. Et pervenit verbum ad regem Ninive; et surrexit de solio suo, et abjecit vestimentum suum a se, et indutus est sacco, et sedit in cinere. Et clamavit, et dixit in Ninive ex ore regis et principum ejus, dicens: Homines, et jumenta, et boves, et pecora non gustent quidquam; nec pascantur, et aquam non bibant. Et operiantur saccis homines, et jumenta, et clament ad Dominum in fortitudine; et convertatur vir a via sua mala, et ab iniquitate quæ est in manibus eorum. Quis scit si convertatur et ignoscat Deus, et revertatur a furore iræ suæ, et non peribimus? Et vidit Deus opera eorum, quia conversi sunt de via sua mala: et misertus est Deus super malitiam quam locutus fuerat ut faceret eis, et non fecit.


Leitura do livro do profeta Jonas.

NAQUELES dias, a Palavra de Deus foi de novo dirigida a Jonas; ela dizia: “Levanta-te, vai a Nínive, a grande cidade, e anuncia-lhe a notícia que eu te digo!” Jonas levantou-se e partiu para Nínive, segundo a Palavra do Senhor. Nínive era uma cidade imensa, era preciso três dias para atravessá-la. Jonas pôs-se a percorrer a cidade durante um dia de caminhada. Ele gritava: “Dentro de quarenta dias, Nínive será destruída!” O povo de Nínive acreditou em Deus. Promulgou-se, então, um jejum para todos: do maior ao menor, cobriram-se de sacos. A mensagem chegou ao rei de Nínive: ele levantou-se do trono e despiu o manto, cobriu-se de saco e sentou-se na cinza. Por ordem do rei e de seus grandes, fez-se em Nínive a seguinte proclamação: “Homens e animais, bois e ovelhas nada provarão, nem comam, nem bebam água. Homens e animais cobrir-se-ão de sacos. Eles clamarão a Deus com força, cada um se desviará do seu mau caminho, e da injustiça que suas mãos praticam. Quem sabe Deus mudará, e voltará atrás, e abrandará o ardor da sua cólera, de sorte que não pereçamo” Deus viu que agiam desse modo, e que se desviavam do seu mau caminho. E teve pena do seu povo, o Senhor nosso Deus.

GRADUAL

(Sl 53,4.3)

DEUS, exaudi orationem meam; auribus percipe verba oris mei. V. Deus, in nomine tuo salvum me fac, et in virtute tua judica me.


Ó meu Deus, escutai minha oração, dai ouvido às palavras dos meus lábios. V. Meu Deus, salvai-me pelo vosso nome, e pela vossa força libertai-me!

TRACTO

(Sl 102,10; 70,8-9)

DÓMINE, non secúndum peccáta nostra, quæ fécimus nos: neque secúndum iniquitátes nostras retribuas nobis. V. Dómine, ne memíneris iniquitátum nostrárum antiquárum: cito antícipent nos misericórdiæ tuæ, quia páuperes facti sumus nimis.

(Hic genuflectitur)

V. Adjuva nos, Deus salutáris noster: et propter glóriam nóminis tui, Dómine, líbera nos: et propítius esto peccátis nostris, propter nomen tuum.


SENHOR, não nos trateis segundo os pecados que cometemos, nem nos castigueis como merecem as nossas iniquidades. V. Senhor, não Vos recordeis de nossos antigos delitos. Venham depressa ao nosso encontro vossas misericórdias, porque fomos reduzidos à extrema miséria.

(Aqui todos se ajoelham)

V. Ajudai-nos, ó Deus, salvação nossa, e para glória de vosso Nome, livrai-me, Senhor; e perdoai-nos os nossos pecados, para honra de vosso Nome.

EVANGELHO

(Jo 7,32-39)

Sequentia sancti Evangelii secundum Joannem.

IN illo tempore: Miserunt principes et pharisæi ministros, ut apprehenderent Jesum. Dixit ergo eis Jesus: Adhuc modicum tempus vobiscum sum: et vado ad eum, qui me misit. Quæretis me, et non invenietis: et ubi ego sum, vos non potestis venire. Dixerunt ergo Judæi ad semetipsos: Quo hic iturus est, quia non inveniemus eum? numquid in dispersionem gentium iturus est, et docturus gentes? Quis est hic sermo, quem dixit: Quæretis me, et non invenietis: et ubi sum ego, vos non potestis venire? In novissimo autem die magno festivitatis stabat Jesus, et clamabat, dicens: Si quis sitit, veniat ad me et bibat. Qui credit in me, sicut dicit Scriptura, flumina de ventre ejus fluent aquæ vivæ. Hoc autem dixit de Spiritu, quem accepturi erant credentes in eum.

Continuação do santo Evangelho segundo São João.

NAQUELE tempo, os chefes dos sacerdotes e os fariseus, mandaram guardas para prender Jesus. Jesus disse então: “Por um pouco de tempo ainda estou convosco; depois irei para aquele que me enviou. Vós me procurareis, e não me encontrareis; lá onde estou, vós não podeis vir!” Os judeus disseram então uns aos outros: “Onde será que deve ir, para que o não possamos encontrar? Irá ele juntar-se aos que se espalharam pelas nações pagãs, e irá instruir os pagãos? Que pretende dizer com essas palavras: Vós me procurareis, e não me encontrareis; lá onde estou, vós não podeis vir?” No último dia da festa, o grande dia, Jesus, de pé, exclamou: “Se alguém tem sede, venha a mim, e beba o que crê em mim! Segundo a palavra da Escritura: Rios de água viva brotarão do seu seio.” Ele falava do Espírito que todos aqueles que cressem nele deveriam receber.

OFERTÓRIO

(Sl 6,50)

CONVERTERE, Domine, et eripe animam meam; salvum me fac propter misericordiam tuam.


SENHOR, voltei-vos para mim, e livrai a minha alma salvai-me, por vossa misericórdia.

SECRETA

CONCEDE NOBIS, Domine Deus noster: ut haec hostia salutaris, et nostrorum fiat purgation delictorum, et tuae propitiation majestatis. Per Dominum nostrum.


CONCEDEI-NOS, ó Senhor, nosso Deus, que esta hóstia salutar nos purifique de nossos pecados e nos reconcilie com a vossa Majestade. Por Nosso Senhor.

Prefácio da Santa Cruz.

COMUNHÃO

(Sl 23,10)

DOMINUS virtutum ipse est Rex gloriae.


O SENHOR dos Exército: celestes é, Ele mesmo, o Rei da glória.

PÓSCOMUNHÃO

SACRAMENTI tui, quaesumus, Domine, participation salutaris et purificationem nobis tribuat, et medelam. Per Dominum nostrum.


NÓS Vos suplicamos, ó Senhor, que a participação salutar de vosso Sacramento nos purifique e sirva de remédio. Por Nosso Senhor.

ORAÇÃO SOBRE O POVO

Oremus.

Humiliáte cápita vestra Deo.

DA, QUAESUMUS, Domine, populo, tuo salutem mentis et corporis: ut bonis operibus inharendo, tua semper mereatur protectione defendi. Per Dominum nostrum.


Oremos.

Humilhai as vossas cabeças diante de Deus.

CONCEDEI ao vosso povo, Senhor, a saúde da alma e do corpo, a fim de que, dedicando-se às boas obras, mereça ser sempre defendido por vossa proteção. Por Nosso Senhor.

Pode-se dizer:

V. Benedicámus Dómino.

R. Deo Grátias.




RECURSOS:

COMENTÁRIOS LITÚRGICOS: Dom Gueranger

Partes próprias da Missa: partituras

Sermão:

Meditação: Conselho dos Judeus e traição de Judas





#propriodamissa #paixao #tempodapaixao #missatridentina

SIGA-NOS:

  • YouTube
  • Twitter ícone social
  • Pinterest
  • Facebook ícone social

© 2020 Apostolado FERR - Forma Extraordinária do Rito Romano