• Apostolado FERR

Missa de São Silvestre, Papa e Confessor



31 de dezembro

A Missa é Puer natus, II classe, com Glória e Credo, paramentos brancos, com comemoração de São Silvestre.


SÃO SILVESTRE, PAPA E CONFESSOR

Onde a festa São Silvestre I, Papa e Confessor, for celebrada com rito de I classe, diz-se a Missa Si díligis me, do Comum de um ou vários Sumos Pontífices [como abaixo], com as orações seguintes e comemoração da Oitava da Natividade do Senhor.


INTRÓITO

(Jo 21,15,16,17; Sl 29,2)

SI díligis me, Simon Petre, pasce agnos meos, pasce oves meas. (T.P. Allelúia, allelúia.) PS. Exaltábo te, Dómine, quóniam suscepísti me, nec delectásti inimícos. Glória Patri.


SE tu me amas, Simão Pedro, apascenta os meus cordeiros, apascenta as minhas ovelhas. (T.P. Allelúia, allelúia.) SL. Eu Vos glorificarei, Senhor, porque me recebestes, e não permitistes que os meus inimigos se alegrassem às minhas custas. Glória ao Pai.


COLETA

GREGEM tuum, Pastor ætérne, placátus inténde: et, per beátum Silvéstrum Summum Pontíficem, perpétua protectióne custódi; quem totíus Ecclésiæ præstitísti esse pastórem. Per Dóminum nostrum.


OLHAI propício, Pastor Eterno, para o vosso rebanho e guardai-o sob a vossa constante proteção, pela intercessão do bem-aventurado Silvestre Pontífice Supremo, a quem estabelecestes como Pastor de toda a Igreja. Por Nosso Senhor.


Comemoração da Oitava da Natividade do Senhor:

CONCÉDE, quaesumus, omnípotens Deus: ut nos Unigéniti tui nova per carnem Natívitas líberet; quos sub peccáti jugo vetústa sérvitus tenet. Per eundem Dominum.


CONCEDEI, ó Deus onipotente, nós vos pedimos, que o novo nascimento de vosso Unigênito Filho segundo a carne, nos liberte da antiga escravidão, que nos mantém sob o jugo do pecado. Pelo mesmo nosso Senhor.


EPÍSTOLA

(1 Pd 5,1-4.10-11)

Léctio Epístolæ beáti Petri Apóstoli.

CARÍSSIMI: Senióres, qui in vobis sunt, obsécro consénior et testis Christi passiónum, qui et eius, quæ in futúro revelánda est, glóriæ communicátor: páscite qui in vobis est gregem Dei, providéntes non coácte, sed spontánee secúndum Deum, neque turpis lucri grátia, sed voluntárie; neque ut dominántes in cleris, sed forma facti gregis ex ánimo. Et, cum appáruerit princeps pastórum, percipiétis immarcescíbilem glóriæ corónam. Deus autem omnis grátiæ, qui vocávit nos in ætérnam suam glóriam in Christo Iesu, módicum passos ipse perfíciet, confirmábit solidabítque. Ipsi glória et impérium in sǽcula sæculórum. Amen.


Leitura da Epístola de São Pedro Apóstolo.

CARÍSSIMOS: Aos anciãos entre vós exorto eu, ancião como eles e testemunha dos padecimentos de Cristo, como também companheiro na glória que se há de manifestar. Apascentai o rebanho de Deus que vos está confiado; tende cuidado dele, não constrangidos, mas de bom grado, segundo Deus, não por amor de lucro vil, mas por dedicação, não como que exercendo domínio sobre os Eleitos, mas fazendo-vos de coração modelos do rebanho. Quando então aparecer o Supremo Pastor recebereis a coroa imarcescível da glória. O Deus de toda a graça, que no Cristo Jesus nos chamou para a sua eterna glória, depois de haverdes padecido um pouco, vos aperfeiçoará, fortificará e consolidará. A Ele a glória e o império por todos os séculos. Amém.


GRADUAL

(Sl 106,32,31)

EXÁLTENT eum in Ecclésia plebis: et in cáthedra seniórum laudent eum. V. Confiteántur Dómino misericórdiæ eius; et mirabília eius fíliis hóminum.


ELES o exaltem na assembléia do povo; eles o louvem, no conselho dos anciãos. V. Eles louvem ao Senhor pela sua bondade e pelas maravilhas que fez aos filhos dos homens.


ALELUIA

(Mt 16,18)

ALLELÚIA, allelúia. V. Tu es Petrus, et super hanc petram ædificábo Ecclésiam meam. Allelúia.


ALELUIA, aleluia. V. Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja. Aleluia.


Depois da Septuagésima, omitido o Allelúia e verso sequente, diz-se:

TRACTO

(Sl 39,10-11)

ANNUNTIÁVI iustítiam tuam in ecclésia magna, ecce, lábia mea non prohibébo: Dómine, tu scisti. V. Iustítiam tuam non abscóndi in corde meo: veritátem tuam et salutáre tuum dixi. V. Non abscóndi misericórdiam tuam, et veritátem tuam a concílio multo.


EU anunciei a vossa justiça na grande assembléia; e não fechei os meus lábios; Senhor, Vós o sabeis. V. Não guardei encerrada em meu coração a vossa justiça e falei de vossa fidelidade e de vossa salvação. V. Não escondi a vossa misericórdia e a vossa verdade na reunião numerosa.


No Tempo pascal, omite-se o gradual e em seu lugar diz-se:

ALELUIA PASCAL

(Mt 16,18; Sl 44,17,18)

ALLELÚIA, allelúia. V. Tu es Petrus, et super hanc petram ædificábo Ecclésiam meam. Allelúia. V. Constítues eos príncipes super omnem terram: mémores erunt nóminis tui, Dómine. Allelúia.


ALELUIA, aleluia. V. Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja. Aleluia. SL. Vós os estabeleceis príncipes sobre toda a terra; e eles, Senhor, se lembrarão de vosso Nome. Aleluia.


EVANGELHO

(Mt 16,13-19)

Sequéntia sancti Evangélii secúndum Matthǽum.

IN illo témpore: Venit Iesus in partes Cæsaréæ Philíppi, et interrogábat discípulos suos, dicens: Quem dicunt hómines esse Fílium hóminis? At illi dixérunt: Alii Ioánnem Baptístam, alii autem Elíam, alii vero Ieremíam aut unum ex prophétis. Dicit illis Iesus: Vos autem quem me esse dícitis? Respóndens Simon Petrus, dixit: Tu es Christus, Fílius Dei vivi. Respóndens autem Iesus, dixit ei: Beátus es, Simon Bar Iona: quia caro et sanguis non revelávit tibi, sed Pater meus, qui in cælis est. Et ego dico tibi, quia tu es Petrus, et super hanc petram ædificábo Ecclésiam meam, et portæ ínferi non prævalébunt advérsus eam. Et tibi dabo claves regni cælórum. Et quodcúmque ligáveris super terram, erit ligátum et in cælis: et quodcúmque sólveris super terram, erit solútum et in cælis.


Continuação do santo Evangelho Segundo São Mateus.

NAQUELE tempo, veio Jesus para os lados de Cesaréía de Filipe, e interrogou os seus discípulos: Na opinião dos homens quem é o Filho do homem? E eles responderam: Uns dizem que é João Batista, outros que é Elias, outros que Jeremias ou algum dos Profetas. Disse-lhes Jesus: E vós, quem julgais que eu sou? Tomando a palavra, Simão Pedro disse: Vós sois o Cristo, Filho de Deus vivo. E respondendo, Jesus disse: Bem-aventurado és tu, Simão filho de João, porque não foi a carne e o sangue que te revelaram isso, mas meu Pai que está nos céus. E por isso te digo que és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Dar-te-ei as chaves do Reino dos céus. E tudo que ligares sobre a terra, será ligado nos céus; e tudo o que desligares sobre a terra, será desligado nos céus.


E diz-se o Credo.


OFERTÓRIO

(Jr 1,9-10)

ECCE, dedi verba mea in ore tuo: ecce, constítui te super gentes et super regna, ut evéllas et destruas, et ædífices et plantes. (T.P. Allelúia.)


EIS que Eu pus as minhas palavras na tua boca; eis que Eu te constitui hoje sobre as nações e sobre os reinos, para arrancares e destruíres, para edificares e plantares.


SECRETA

ECCLÉSIAM tuam benígnus illúmina: ut, et gregis tui profíciat ubique succéssus, et grati fiant nómini tuo, te gubernánte, pastóres. Per Dóminum nostrum.


POR estas dádivas, Senhor, iluminai benignamente a vossa Igreja, para que, bem sucedida, progrida vosso rebanho em toda a parte e os pastores por Vós governados se tornem gratos ao vosso Nome. Por Nosso Senhor.


Comemoração da Oitava da Natividade do Senhor:

OBLÁTA, Dómine, múnera, nova Unigéniti tui Nativitáte sanctífica: nosque a peccatórum nostrórum máculis emúnda. Per eundem Dominum nostrum.


SANTIFICAI, ó Senhor, com o novo Nascimento do vosso Unigênito Filho a oferta dos nossos dons, e purificai-nos das manchas dos nossos pecados. Por nosso Senhor.


Prefácio e Communicántes da Natividade em razão da Oitava da Natividade.


COMUNHÃO

(Mt 16,18)

TU es Petrus, et super hanc petram ædificábo Ecclésiam meam. (T.P. Allelúia.)


TU és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja.


PÓSCOMUNHÃO

REFECTIÓNE sancta enutrítam gubérna, quǽsumus, Dómine, tuam placátus Ecclésiam: ut, poténti moderatióne dirécta, et increménta libertátis accípiat et in religiónis integritáte persístat. Per Dóminum nostrum.


SENHOR, governai benignamente a vossa Igreja, agora alimentada com a Refeição Sagrada, para que, sustentada por vosso braço poderoso, venha a crescer em liberdade e perseverar na integridade da religião. Por Nosso Senhor.


Comemoração da Oitava da Natividade do Senhor:

PRÆSTA, quǽsumus, omnípotens Deus: ut natus hódie Salvátor mundi, sicut divínæ nobis generatiónis est auctor; ita et immortalitátis sit ipse largítor: Qui tecum vivit et regnat.


Ó DEUS todo poderoso, nós vos suplicamos, que o Salvador do mundo, que nasceu hoje e por quem somos regenerados à vida divina, nos conceda o dom da sua imortalidade: Ele que convosco vive e reina.



#missatridentina #saosilvestre #latinmass #natal #propriodamissa #santos

SIGA-NOS:

  • YouTube
  • Twitter ícone social
  • Pinterest
  • Facebook ícone social

© 2019 Apostolado FERR - Forma Extraordinária do Rito Romano