O QUE É UM DIA LITÚRGICO?



1. Em geral[1]: O dia litúrgico é o dia santificado por ações litúrgicas, especialmente pelo Sacrifício eucarístico e pela oração pública da Igreja, isto é, o Ofício Divino; e decorre da meia-noite até a meia-noite.


A celebração do dia litúrgico decorre per se desde as Matinas até às Completas. No entanto, há dias mais solenes nos quais o Ofício começa com as I Vésperas do dia anterior. Finalmente, existe a celebração litúrgica não plena ou só comemoração no Ofício e na Missa do dia litúrgico corrente.


A cada dia se celebra ou do Domingo, ou da féria, ou da vigília, ou da festa, ou da oitava, segundo o Calendário e a precedência dos dias litúrgicos.


2. A precedência entre cada um dos dias litúrgicos se determina unicamente pela tabela particular (cf. RG n. 91).


3. Os dias litúrgicos são de primeira, segunda, terceira ou quarta classe.


4. O Domingo[2]: Pelo nome de “Domingo” se entende o dia do Senhor no princípio de cada semana corrente.


5. As férias[3]: Com o nome de “férias” entendem-se todos os dias da semana, exceto o Domingo. O Ofício da féria começa com Matinas e termina “per se” depois de Completas; entretanto, o Ofício do sábado, exceto o do Sábado Santo, termina depois de Nona.


6. As vigílias[4]: Com o nome de “vigílias” se entende o dia litúrgico que precede a alguma festa, e tem por objeto preparar-se para ela. Mas a Vigília da Páscoa, como não é um dia litúrgico, celebra-se de uma maneira própria ou Vigília noturna.


 

[1] RG nn. 4-8. [2] RG n. 9. [3] RG nn. 21.27. [4] RG n. 28.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo